E a franquia não desanima! Nem o estúdio, que até que tem rendido boas verdinhas com os longas de “Transformers”, e agora liberou a data oficial de estreia dos próximos quatro filmes da saga. As continuações entrarão em cartaz em junho de 2017, 2018 e 2019, sendo que o de 2018  será um spin-off do personagem Bumblebee.

Leia mais: Porque “Guardiões da Galáxia 2″ deve manter distância de “Vingadores”

“Transformers 5” é o que mais se tem informação até agora. O roteiro ficou a cargo dos escritores do primeiro “Homem de Ferro”, Art Marcum e Matt Holloway, além de Ken Nolan, que foi responsável pelos episódios da mini-série “The Company”, indicada ao Globo de Ouro. O diretor Michael Bay conduziu todos os filmes de “Transformers” até agora e vai colocar mais esse no currículo.

Leia também: Volta de “How To Get Away With Murder” marca pior audiência da série até agora

Falando de crítica, “Transformers” vem caindo no conceito. De acordo com o Rotten Tomatoes, o primeiro longa marca uma faixa de 53% de aceitação, enquanto o último chegou apenas a 18%. Falando de bilheteria, acontece o inverso. O filme original tem US$709 milhões no registro, enquanto “Era da Extinção” fez mais de US$1,104 bilhão.

Agora, os fatos:

  • Estúdios não fecham contrato para mais três filmes sem razão.
  • Não é a primeira nem a última vez que a crítica especializada vai pisar num filme que agrada grande parte do público.
  • Por mais que a essência de um filme se perca vez ou outra, as pessoas sempre vão querer assistir a continuação.
  • Não mudar o diretor é um sinal de cafuné na cabeça e um “bom trabalho”.

Veja ainda: Disney divulga 2 grandes projetos para “Frozen”!

A fórmula de “Transformers” tem sido uma grande conquista para o estúdio, tem funcionado. Também acontece das sequências surpreenderem as pessoas, decepção não é regra. “Velozes e Furiosos” é um exemplo que às vezes passa a impressão de estar se delongando pra caramba, mas desde o primeiro filme, só tem crescido com relação à crítica e a fundos monetários.

Saiba mais: “Cinquenta Tons”: Cinco coisas a se esperar das sequências

Não é tarde pra que “Transformers” siga no que faz bem, reveja o que está de errado e faça filmes mais memoráveis ainda. E mesmo que não mude sua forma de produção, as chances de fracasso – fracasso mesmo – são bem poucas, já que o nome, os atores, a história e o legado já deixaram sua marca e só tendem a cativar cada vez mais os telespectadores.

Compartilhar: